COMPRE O MINAS REAL NA ONERPM (LINK ABAIXO)

22/09/2015

PARTICIPAÇÃO NA I FEIRA DO LIVRO DE ALFENAS (MG)

Fui convidado pela Secretaria de Educação e Cultura de Alfenas e, com satisfação, estarei na I Feira do Livro da cidade, que acontecerá no próximo sábado, 26 de setembro, de 8 às 17 horas, na Praça Getúlio Vargas, perto da concha acústica.

Farei uma palestra de 45 minutos sobre a Estrada Real e, ao final, foi reservado, pela organização do evento, um espaço para sessão de autógrafos, na qual colocarei à disposição do público presente os volumes 1 e 2 do livro "Pelos caminhos da Estrada Real".

Abaixo, está a programação completa da Feira. Como vocês podem ver, minha palestra será de 12:30h às 13:15h.

Terei prazer em receber moradores e visitantes para esse bate-papo.


15/09/2015

ALGUMAS FOTOS DO LANÇAMENTO NA BIENAL DO RIO


Algumas fotos tiradas durante o lançamento do livro "Pelos caminhos da Estrada Real" na Bienal do Rio - 06/09/2015.











03/09/2015

LANÇAMENTO NA BIENAL DO RIO DE JANEIRO

No dia 6 de setembro de 2015, das 19h00 às 20h30, estarei no estande da Litteris Editora, lançando a segunda edição do volume 2 do livro "Pelos caminhos da Estrada Real". Convido a todos os interessados para este encontro.
Obrigado!

02/08/2015

SORRIA, POIS VOCÊ ESTÁ NUMA BELA VIAGEM!

Hoje, comecei o dia um tanto nostálgico e a pessoa que primeiro me veio à mente foi Fernando Brant, um poeta que influenciou o meu comportamento desde os tempos em que eu era adolescente. Dentre as centenas de letras/poesias dele, que me marcaram, está o pequeno trecho de uma, que virou canção em parceria com Milton Nascimento (Encontros e Despedidas) e diz "E assim chegar e partir são só dois lados da mesma viagem". Com a partida dele, fica mais evidente isto para mim, não só do ponto de vista do indivíduo, que chegou, viu, venceu e partiu, mas também do ponto de vista coletivo, pois, inevitavelmente, todos estamos fazendo parte dessa mesma viagem.

E enquanto não partimos, temos o direito de desfrutar das coisas boas com as quais o Criador nos presenteou. Uma delas é a natureza, da qual quero cada vez mais me aproximar. A foto do trem, abaixo, tirei durante a viagem que fiz de Minas Gerais ao Espírito Santo, que me permitiu ver o esplendor da natureza ainda existente nesses dois estados brasileiros, apesar de tudo que o homem tem feito.

Então, sorria, pois você está numa bela viagem! Basta, somente, prestar atenção nas coisas boas que passam por você, invertendo o jogo e fazendo com que você passe por elas.


09/05/2015

REPORTAGEM NO DIÁRIO DE TAUBATÉ

Reportagem no Diário de Taubaté sobre a minha entrevista para a TV Cidade e sobre o bate-papo no Solar da Condessa, onde conversamos sobre os caminhos da Estrada Real.

16/04/2015

AGENDA 'PELOS CAMINHOS DA ESTRADA REAL'

O trabalho que venho desenvolvendo sobre a Estrada Real dará uma "turbinada" na próxima semana. Abaixo, estão as atividades agendadas para os dias 23, 24 e 25/04/2015:

23/04/2015 às 13 horas - Entrevista na rádio Piratininga - Guaratinguetá (SP)

23/04/2015 às 19 horas - Entrevista na TV Libertas - Pouso Alegre (MG)

24/04/2015 às 12 horas - Entrevista na TV Cidade - Taubaté (SP)

24/04/2015 às 19 horas - Bate-papo sobre a Estrada Real promovido pela União Brasileira dos Escritores - Taubaté (SP)

24/04/2015 às 20 horas - Recebimento do Prêmio Litteratudo Monteiro Lobato - Taubaté (SP)

25/04/2015 - Passeio pela cidade de Taubaté, que fará parte do volume 3 do livro "Pelos caminhos da Estrada Real", a ser lançado no primeiro semestre de 2016.

Os que puderem acompanhar, no todo ou em parte, serão bem-vindos.



13/04/2015

PRÊMIO LITTERATUDO MONTEIRO LOBATO

Com muita satisfação, informo a vocês que o Movimento União Cultural convidou-me para receber o Prêmio Litteratudo Monteiro Lobato pelo trabalho literário sobre a Estrada Real que venho desenvolvendo No dia 24 de abril próximo, a partir das 19 horas estarei em Taubaté, inicialmente para um bate-papo promovido pela União Brasileira dos Escritores (UBE), recebendo posteriormente a homenagem que muito me orgulha e que me incentiva a continuar por esses caminhos que escolhi espontaneamente e que muitas alegrias vêm me dando.

Será um prazer contar com a presença dos que puderem comparecer. O evento será aberto ao público.



25/03/2015

CD AMÉRICA - FELIPE RADICETTI



América [Mills Records]

América, o 13o. CD autoral de Felipe Radicetti, é uma declaração de amor à América do Sul e a seu povo em um ciclo de 13 canções (11 inéditas) que buscam traduzir em poesia e música, os laços identitários que nos unem como latinoamericanos, num processo de reconhecimento mútuo entre assemelhados na luta e na construção da cidadania, em curso na América Latina.

Neste trabalho, a canção cumpre um papel ora teatral, emprestando dinâmica a diálogos, construindo imagens, ora atuando como crônica do cotidiano. Letras e músicas evocam o processo civilizatório sofrido pela colonização e as lutas por libertação; a história recente desses países ainda convalescentes de cruéis ditaduras militares; o trabalho do homem e sua alienação, o trabalho infantil, a crescente tensão em que vivem as comunidades indígenas, entre outros temas.

Felipe Radicetti conta com as parcerias dos poetas Sergio Ricardo (Amor de dois mendigos/Sendero americano/Urupemba), Marcelo Biar (Outro Canto Americano e Balada de Olga e Prestes), Luhli (Casa de mãe, casa de filha), Felipe Cerquize (Última canção indigenista) e Socorro Lira (Cinepoema).

O CD conta ainda com a participação especial de grandes artistas: Marianna Leporace (Balada de Olga e Prestes/Casa de mãe, Casa de filha), da cantora argentina Adriana Ríos, (dueto com Felipe em Sendero Americano), dos músicos João Cantiber (violões, percussão), Itamar Assieri (acordeão), Daniel Drummond (guitarra) e Guilherme Hermolin (flautas).

Em tempo:
As gravações iniciam agora em fevereiro no Estúdio Ouvido em Pé, no Rio de Janeiro. Todos os artistas e técnicos participam da produção do CD América em regime de mutirão: acreditam na importância de participarem e viabilizarem a consecução deste projeto. A prensagem na fábrica e a divulgação já é outra história, a ser resolvida em breve.

Foto: Mauricio Andrade (Janela Xavante)

11/02/2015

CD 'AMÉRICA'

No blog do músico Felipe Radicetti​ está a página relativa ao CD América, prestes a ser lançado. Nesse seu novo trabalho, tenho o privilégio de estar dividindo uma parceria com ele, que se chama "Última canção indigenista".

Os interessados poderão conhecer um pouco mais sobre o CD clicando AQUI

Abraços!

07/02/2015

CARTAS DA HUMANIDADE - NOVO LIVRO DE MÁRCIO BORGES

Ontem, tive a felicidade de ir ao lançamento do novo livro do Márcio Borges, intitulado CARTAS DA HUMANIDADE.

Trata-se de uma compilação de cartas que retratam diversos acontecimentos históricos e que falam de assuntos como religião, filosofia, poesia, amor, ódio, massacres, conflitos, guerras e política. Da carta de Zaratrusta, em um documento do livro sagrado do Zoroatrismo de 6000 A.C., até uma carta aberta ao povo de Illinois, escrita por Barak Obama em 2008, o livro passa por diversos nomes icônicos, como Einstein, Orson Welles, Jãnio Quadros, Fernando Pessoa, Getúlio Vargas, Maria Antonieta, Oscar Wilde e muitos outros.

O lançamento aconteceu na Livraria da Travessa do Shopping Leblon (RJ). Abaixo, algumas fotos do delicioso encontro com esse artista que admiro muito.

Com Márcio Borges

Marcio, Cláudia Brandão (esposa) e Amarildo Silva (Cambada Mineira)

Márcio e convidados durante o coquetel de lançamento.

Márcio Borges no autógrafo e convidados papeando

Com Marcinho e sua esposa Cláudia Brandão

18/01/2015

LIVRO "ALGUNS ASPECTOS DA MPB"

A parceira Etel Frota mandou-me uma mensagem sobre o livro "Alguns aspectos da MPB", do escritor e pesquisador Euclides Amaral. Ela me surpreendeu, dizendo que, no capítulo intitulado "Os letristas e a herança do Provençal", em uma lista que Euclides chamou de "quinta geração de letristas", são citados o nome dela, o meu e os de alguns amigos que estão na batalha. Contam-se como da quinta geração os artistas que surgiram de 1980 para cá.

Para baixar o livro, clique AQUI.

Dei uma passada rápida e achei a organização e a abordagem histórica do trabalho bastante interessantes. Já o baixei para leitura.