COMPRE O MINAS REAL NA ONERPM (LINK ABAIXO)

28/08/2010

ÍNTEGRA DO RESULTADO DO CONCURSO 'MÍNIMOS CONTOS'

MÍNIMOS CONTOS
.
A vencedora foi:
.
- Silvia Angerami (@sangerami)
Corredores escuros cheios de pó e de medo. Você sozinha. Ouve passos, mas não tem para onde fugir.fechadura se move len-ta-men-te
.
Os outros contos que também farão parte do e-book :
.
- Katia Porto (@katitaporto)
Um lutador avesso a livros queria ir pro céu, fazia só o bem. Ao chegar, leu: "Bata antes de entrar". Surrou São Pedro. Foi pro inferno.
.
- Antonio Cesar Martins Figueiredo (@padeirosan)
Acordo sem ar
Lugar escuro
Apalpo o chão, caixa de fósforos!
Risco um, mais um, não acendeu.
Consegui!
Vejo um longo corredor
Um sopro!
Escuro.
.
- João Paulo de Miranda Parisio (@JPParisio)
Bala Perdida Na confusão do bamburim, uma das balas espirrou para perto da menina de laço.
Se agachou para apanhá-la, e tombou numa poça de sangue.
.
- Lucas de Paula Santos (@LucasTuks)
Os meses passaram como folhas amareladas de um livro velho trazendo ares de um outono gélido e sombrio. Sobre as folhas, um vulto caminhava.
.
- Yassu Noguchi (@noguc)
Saio do terminal, caminho até a clínica. Penso: "A expectativa de vida atual é de 140 caracteres... Conto?". "Quanto tempo, doutor?"
.
- Claudia Rabelo Lopes (@rlopesclaudia)
Aos 30 anos e dois dias ela lembrou que, em outra encarnação, tinha sido morta naquela casa, naquele mesmo lugar. Naquele mesmo instante.
.
- Chiara di Axox (@KIDIAXOX)
O ESTRANHO FIM DE EZEQUIEL, O MATADOR
A ponte é longa; menor do que pensamentos. Atravessa e não chega. Do outro lado, apenas o som dos pássaros, o sol derretido no crepúsculo.
.
- Eder Antônio de Souza Arantes (@Ederasa)
Perseguição
Corria o quanto podia. Eles viam céleres, eram muitos. Mal conseguia olhar pra trás: eles se aproximavam. Só mais um pouco e... É gooolll!
.
- Fabíola Leoni de Menezes Fernandes (@fabiolaleoni)
Nada parava no estômago. Quarta caixa de remédio na semana. A suspeita de câncer, possibilidade hereditária, gritava. Nova vida no ventre.
.
- Christian do Rosário Limeira (@Chrislimeira)
Fuga
Tropeçou; Arrastou-se; Escondeu-se. Passos lentos aproximavam-se. Encolhida, viu horrorizada seu passado diante de si. Enlouqueceu.
.
- Haendel Motta (@plutarcokumano)
Sobre a marca tingida branca, oitenta mil pares de olhos, a bola parada e trêmula, a cinco segundos do derradeiro - será eu ou o goleiro.
.
- Thiago Silva Augusto da Fonseca (@thiagof)
Madrugada. O telefone toca. Me encontraram?E se for engano? Trim. E se forem eles? A dúvida me mata. Trim. Medo. Trim. - Alô. - Oi. - Mãe?
.
- Cristiana Glaudma Gomes da Rocha (@CrisGlaudma)
Noite, em um trem, troca de olhares. Ele me segue e no vagão dormitório me toma. No fim da viagem, dois corpos gelados e inertes. Silêncio.
.
- Felipe Cerquize (@cerquize )
Pulsos cortados. O sangue gotejava no chão e ele insistia em pedir sua mão
.
- Denise Constantino da Fonseca (@deconstantin)
Ruídos irritantes. Onde? Procurei. O que será? Taco de beisebol na mão. O feio e sujo encurralado: o rato se encolheu. Seus olhos... e o golpe certeiro!
.
- Francisco Pascoal Pinto (@cheekko)
O perito foi conciso em seu parecer: morto, o dono da clinica de abortos foi encontrado em posição fetal.
.
- Augusto Frederico Simões de Belmont Pessoa (@Augusto_Pessoa)
A avó olha serena para o neto sem entender. O rapaz aplica a injeção com calma enquanto diz: - Preciso do dinheiro! O veneno não vai doer!
.
- Carlos Alberto Antonholi (@cantonholi)
Entre o monte de roupas que havia para passar encontrou o dedo do marido com a aliança que trazia a gravação do nome de uma outra mulher.
.
- Felipe Moratori Pires (@morattori)
Caminhou pelo quarteirão de sua casa velha como um vagabundo reeducado. Um passo ou dois... intimidou um anônimo que afrouxava o colarinho.
.
- Lucia Helena Ramos de Souza (@Lucinha_Ramos)
Não acreditava em fantasmas, nem em alma penada, mas naquela noite, já começava a incomodar aquelas inexplicaveis mãos frias nos seus pés.
.
- Geraldo Trombin (@geraldotrombin)
Fundo Musical
Pisou fundo no acelerador, bateu de frente com o infortúnio. Marcha fúnebre!
.
- Sílvia Alves (@bruxinhadepapel)
O miúdo come sopa. Range a porta da cozinha. Ele abre a boca, coloca um pouco de sal e engole. Argh! Pus salde mais no miúdo! Disse o lobo.
.
- Celso Sisto (@celsosisto)
A campainha insiste. Ele ri alto,para abafar o som. Alguém ouviu? O tiro saiu surdo! Agora, apagar marcas. A mãe proibia caçar passarinhos.
.
- Filipe Eloy das Virgens (@filipeeloy)
1984, Lapa. Numa rua fedida ele vaga, suas mãos ensanguentadas, e a pergunta: teria livrado a cidade da safadeza ou era naturalmente cruel?
.
- Ezequiel Theodoro da Silva (@Ezequiel48)
A foice na face da lua o inspirou. E com uma foice enfiou-se no escuro do lugar. Escolheu uma vítima. Quis degolar, mas agora viu São Jorge na lua. Arrependeu-se e foi-se.

- Ana Maria de Souza Mello (@anamello)
REFEIÇÃO
Vários bichos devorados vorazmente, alguns ainda sangrando.As famílias reunidas comiam sem descanso.O nome do lugar ? churrascaria
.
- Cíntia Maria da Silva Moreira (@cintimoreira)
Alívio imediato
Família reunida. Silêncio áspero. Olhos esquivos. Ar rarefeito. Hã? É! Tá. Enfim algum corajoso ergue-se e liga a TV, que falou por todos...
.
- Carolina Estrella (@caestrella)
Noite escura,portas batendo,ventos incontroláveis.A morte finalmente viera lhe buscar. Sentiu-se feliz, mas o tempo só fez chover.
.
- Elaine Cristina Villalba de Moraes (@NaniEncantadora)
Anúncio de Partida
De noite,
Galo cantou,
Coruja piou!
Pêlo se arrepiou.
De dia soube, que o velho da esquina,
bateu as botas.
E foi passear de botas limpas.
.
- Xabier Puente DoCampo (@XPDocCampo)
Começou a soar aquela música na rádio. O sinal. Já só teria que entrar no locutório e matar ao homem que tinha ordenado que soasse a canção.
.
Fonte: http://www.simposiodecontadores.com.br
.

Nenhum comentário: