CD INTEGRIDADE - CLAUDIO NUCCI & FELIPE CERQUIZE

COMPRE O MINAS REAL NA ONERPM (LINK ABAIXO)

21/09/2010

CLASSIFICADO NA FLIPORTO 2010



A comissão julgadora do TOC140 presidida por Antônio Campos, curador da Fliporto, tem a honra de anunciar os 100 classificados, 50 na primeira e 50 na segunda etapa, que serão publicados na coletânea "Os cem melhores poemas do TOC140" e, entre eles, os 10 que serão submetidos à votação on line classificando os vencedores. O endereço para votação, a partir do dia 28 próximo, será amplamente divulgado.
Os três mais votados receberão respectivamente 3, 2 e 1 mil reais, bem como livre acesso a toda a programação literária da Fliporto 2010.
Dos 391 inscritos, estiveram em julgamento mais de 1000 poemas em RT (Retweeted) disponibilizados no endereço: http://twitter.com/fliportope onde permanecerão.
A comissão julgadora, formada pelos poetas Antônio Campos, advogado, escritor e curador da Fliporto, Antônio Miranda, professor de Ciência da Informação e diretor da Biblioteca Nacional de Brasília, Delasnieve Daspet, advogada, Presidente Internacional de Poetas del Mundo e pela coordenadora da Fliporto Digital, Cláudia Cordeiro, professora de Literatura Brasileira, ensaísta e webdesigner, agradece a todos os participantes e espera encontrá-los, em Olinda, em novembro próximo, na VI Festa Literária Internacional de Pernambuco.

CLASSIFICADOS 2ª FASE

1. @kabs82: essa aparente imperícia/dos meus dedos, mãos e braços/nada mais é que malícia/o mais seu, dos meus traços #TOC Kleber Bordinhão –Ponta Grossa, PR
2. @Cerquize: MORTE E VIDA A morte é a esperança do lado do avesso A vida um suicídio que errou de endereço TOC Felipe Cerquize –Campo Grande, RJ
3. @marinarabelo: às vezes o poema me lê em voz alta // TOC Marina Rabelo Caldas – Natal, RN
4. @muciogoes: FINESSE - dona de uma fineza absoluta: / na sala, Sartre, / na cama, Sutra. / TOC Mucio de Lima Goês – Recife, PE
5. @smcbrandao: De tanto olhar o ninho / nos meus olhos / nasceram pássaros. TOC SôniaMaria Carriel Brandão – Bauru, SP
@_WebertGomes_: E, quando não amo, também me arrisco. Pois não amar é o grande risco da vida! A mecânica automática que nos limita. #TOC Webert Gomes Silva – Goiânia, GO
@alexacampora: A minha estranheza de mim Não é estranheza. É descoberta. TOC Alexandre Testa Acampora – Flamengo, RJ
@amscaligrafia: Aqueço meus pés numa fogueira/ Enquanto digito em meu caderno de verdades/ As mentiras que gostaria de dizer. #TOC Antonella Mitsuko Sartori – São Paulo, SP
@anapeluso: sozinha / jamais saberia / se aquilo que não se lembrava / existia #TOC Analuísa Gouvêa Peluso Caminata – São Paulo, SP
@AngelaOiticica: Persignações Abruptos certames Quebrantos uivam na noite agreste Corisco faísca sua ladainha Rugido indomável #TOC Angela NadjaBerg Ceschim Oiticica – Maceió, AL
@anjonordestino: São João de minha infância/ um gosto de milho assado/ céu enfeitado/com fogo em polvilho. #TOC Edgley Silva Gonçalves – São Paulo, SP
@balmacedaparker: Minha dor maior que o maior outdoor. #TOC José Carlos Barbosa de Aragão – Belo Horizonte, MG
@barbara_leite_: MALIGNO// Algumas palavras/ eram difíceis dizer/ Calei/ e apodreceram em mim. TOC Barbara Silva Leite – São Paulo, SP
@biannaratis: RESISTÊNCIA Sobrados sobreviventes do Recife Sumindo na fuligem do tempo É que junto ao progresso Também chega o tormento TOC Fabiana de Lima Ratis Vieira – Recife, PE
@carlosh_magoga: Bom te ouvir, bom sabê-la minha. Bom dormir, descansar, sonhar relembrando, Revendo suas linhas. #TOC Carlos Henrique Magoga –São Bernardo do Campo, SP
@CesarVeneziani: CAIS // Era triste, / hoje não mais. / És meu abrigo, / meu cais! / E digo, / Amor tão denso / penso / que nem antes, / nem jamais... TOC Cesar Veneziani - São Paulo, SP
@cicabrandi: É criado-mudo / porque carrega / meus livros que / já dizem tudo TOC Maria Cecilia Touriño Brandi – Rio de Janeiro, RJ
@cretinabillis: A navalha do poeta é a palavra Que em seus versos esculpe a face do leitor Amável ou maldito, não importa Corta a alma e expõe a dor #TOC Ramon Felipe Ronchi – Ponta Grossa, PR
@Denisrubra: Penso/ e penso também em não pensar./ Pois saber que penso/ é saber também/ que ando pensando/ no que nego lembrar. TOC Dênis Augusto Sousa da Silva – Rio de Janeiro, RJ
@edusleverve: Não ouça o que escrevo somente leia meu escrito. Prefira contagiar-se de palavras a proferir sem beleza o indizível. TOC Carlos Eduardo Sales de Souza – Olinda, PE
@ep26: Telegrama para Klink:/ Caro Amyr, Um dia é preciso parar de partir e, de algum modo, sonhar. TOC Ricardo Alexandre Xavier Pinheiro – Aracaju, SE
@eukmila: A noite vai/O dia vem/O dia vai/A noite vem/Todos os dias é essa rotina/Pobre sol/ele é sempre o mesmo/Já a lua tem suas fases. #TOC Camila Soares Gomes – Parnamirim, RN
@fabiohpupo: 4 CHUVA DE VERÃO Chuva de verão: tão pobre, que o céu não cobre. Quanto mais o chão! TOC Fábio Henrique Pupo – Ponta Grossa, PR
@Fernanda_Limao: E o relógio continua sua dança, movendo-se lento e incessante, medindo o personagem mais importante da História: o tempo. #TOC Fernanda de Lima Alves – Garanhuns, PE
@Francisco_Nery: a poesia é meu veneno / a poesia em mim perdura / dias ela me mata / outros ela me cura. TOC Francisco Nery Alves da Silva Neto – Recife, PE
@frassinetts: Paradoxo // é na alegria / que se esquece / o que doía / é na tristeza / que se lembra / porque sorria. TOC Paula Frassinetti Sampaio de Oliveira Santos – Recife, PE
@fredstahl: TERAPIA INTENSIVA O mar não parou assim, de repente./Inspirou e expirou. Inspirou e expirou./A última onda,/deve ter sido um suspiro. TOC Alfredo Stahl – São Paulo, SP
@jrodolfolima: SINGULARIDADE: duas alianças / num único dedo // nem singular / nem plural // a s o l i d ã o é f r a c t a l . #TOC Jorge Rodolfo Lima – São Paulo, SP
@katiamaia: Se quiser saber quem eu sou, não me pergunte. Sinta-me. Agora, vê? Estou falando. Não ouve? Acho que perdeu os sentidos TOC Katia Fabiana Chaves Maia – Brasília, DF
@literaturame: o rugido do leão não cabe na jaula #TOC Juliana Diniz Bernardo – São Paulo, SP
@lrkba: Ódio progresso e carcaça Salve salve a bala que passa! TOC Leonardo Renda Kajdacsy Balla Amaral – Recife, PE
@Luzia48: No Trampo//Trago do trampo prata pra luta./Labuta que tira fruto da terra./Na estrada, batalho,/ na gruta, trabalho./Sou proletário. TOC Luzia Magalhães Cardoso – Penha, RJ
@marciliomedeiro: ALCOÓLICO// o álcool é volátil/ as ideias rochedos/ ele as encontra com seu hálito/ bacantes bailam suspensas de seu peso TOC Marcilio de Medeiros Brito – Aracaju, SE
@Natanjr12: Efêmeros/O sentido perdeu o sentido/E a vista não avista além do vasto. #TOC Natanael José de Lima Júnior – Jaboatão dos Guararapes, PE
@paraquenomes: PRAIA - Vagalumiando o caminho / Entre nuvens o luar prometeu / A maré, o que nos inunda / Meu olhar, beijo teu TOC André Luís Souza Salviano – Laranjeiras - RJ
@paulakorey: Corpo imundo/Clamando uma chance desse mundo TOC Paula Korey – Olinda, PE
@pedropizelli: SUA PÁGINA- Sem camisa e jogada no chão da sala/ Você lê poemas. Transpira./ Vestida de gozo a poesia é você,/ E eu te leio com a língua.TOC Pedro Márcio Nascimento Pizelli– Belo Horizonte, MG
@poetadorec: Museu Lembra do velho vento?/ Já faz um tempo/ Que nunca mais soprou./ Lembra daquela árvore?/ A última você cortou.../ # TOC Ricardo Gomes Ferraz – Recife, PE
@Protopaco: LEVOU O VERÃO - do escuro, vejo o clarão/no clarão, perco o prumo/tua pluma, revejo do escuro -/a plenitude de meu carv(er)ão./ TOC Flávio da Silva Sobreira – Recife, PE
@robycirne1: A senhora do sobrado olhou através da renda das cortinas , em direção a um Capibaribe que agora apenas flui em sonhos do passado. #TOC Roberta Cardoso da Costa Cirne– Recife, PE
@rodrigodomit: Curiosa: Durante todo o outono / folheava displicente / todas as ruas do bairro - TOC Rodrigo Domit – Rio de Janeiro, RJ
@Sempoesianaoda: CICLO - O menino come terra / depois / a fome de sempre / e a terra come o menino TOC Sérgio Bernardo – Nova Friburgo, RJ
@solange_star: 'Eclipse' A lua espera / debruçada na janela / vestir-se de sol #TOC Solange Firmino de Souza – Flamengo, RJ
@vaniaosorioo: Este é um mapa, feito de descaminhos e distâncias/ É fascinante e fácil perder-se nele./TOC Vânia Osório – Rio de Janeiro, RJ
@vargasaline: Aqui não tem palmeiras/E nem cantam sabiás/Meu quintal é mangue, lama, relento/As tilápias e os caranguejos/ Meus vizinhos-alimento. TOC Aline Juliana Vargas de Lira – Ipojuca, PE
@veronicabenesi: O COMEÇO/ Há dois “pontinhos”/ Pulsando/ Dentro de mim/ Grávida/ A Vida convida/ Juliana e Clara/ #TOC Veronica Oliveira Benesi – Belo Horizonte, MG
@vilarinhos: PASSATEMPO: A aranha tece o fino tecido / de tua veste./ Sozinha teço/ o vestido que teu olho/despe. TOC Maria Regina Ribeiro Vilarinhos – Volta Redonda, RJ
@w__d: GALOS A madrugada fria/De vento e chuva/Desfaz a promessa/Do amanhecer/E cria a multidão inumerável/De desconsolados/Emudecidos galos.TOC Wellington Dantas – Olinda, PE
@zanny_adairalba: SOLIDÃO - Notas soltas / Rimas poucas / Sol em vão #TOC Zanny Adairalba Dantas de Góes – Boa vista, RR
@zeforis: há coisas para serem pensadas, outras se tornam poesia TOC André Boniatti – Corbélia, PR


CLASSIFICADOS 1 ª FASE

1. @cseabra: No despenhadeiro / a sombra da pedra / cai primeiro. #TOC Carlos Seabra – São Paulo, SP
2. @euFRASE: Já foi dito que palavras são mortais. Eu diria que palavras são incertas, mas as certeiras podem ser fatais. #TOC Marcelo Melo Soriano – Santa Maria, RS
3. @gabriel_andre: PÃO AO ESPÍRITO o pintor anônimo comenta com desdém: / - natureza morta / não enche a barriga de ninguém. #TOC Andre Luis Gabriel – Caieiras, SP
4. @LilianMaial: AUTO-ESTIMA // lílian maial // desamor não tem desculpa // tempo não é desabono // são folhas secas que enfeitam o outono. TOC Lílian Maial Tavares – Vila Isabel, RJ
5. @LuhanaSP: TOC, TOC,TOC/Transtorno obsessivo compulsivo/Quero ver o mundo com os teus olhos/Troca de óculos comigo? #TOC Luhana Silva Pires – Recife, PE

6. @_aymmar_: baba de moço (no sobejo de erickson luna) o poeta brindou com baco e bakunin eu babo em bocas nos becos e botequins TOC Aymmar Rodriguez – Recife, PE
7. @_thiagoneves: CONQUISTA // A feição de um feixe / espelhada na alma de um peixe... / O que é isso garota? / Não, não me deixe! #TOC Thiago Pereira Neves – Montes Claros, MG
8. @anamello: Ao acaso: amor tentativa/ ele dúvida/ela iniciativa TOC Ana Maria de Souza Mello – Porto Alegre, RS
9. @andrealeico: engraçado, até quando me perco, te acho; até quando me escondo, te encontro; Até quando disfarço – desfaço-me. #TOC Andréa Leite Costa – São Luís, MA
10. @antitetica: Sei que a neve russa esfriará o que arde em mim. Mas acontece que estou no calor do Maranhão e nenhuma brisa vem me afagar. #TOC Jéssica Mendes Costa – São Luís, MA
11. @artEletras: Paquera de Pássaro um certo azul ao fundo; um certo olhar... [quem sabe uma bicada? TOC Eliana Mora – Juiz de Fora MG
12. @bitoroots: esta solidão que / me dá rasantes / já não me dói / como antes #TOC Vinicius Palma Meireles da Trindade – São Paulo, SP
13. @castanholobo: não simplificarei nada/ sem resumos ou isenções de pausas/ não posso com espaços em branco/ vou preenchido/ vou todo/ ou não vou. TOC Edson de Souza Gonçalves – Brasília, DF
14. @cerqueirra: Se me estranhas/ é porque sou mil/ faces cheias de sonhos/ a contemplar teus infernos/#TOC Maria de Fátima Rodrigues Cerqueira – Juiz de Fora, MG
15. @claudio_carlos: o destino/ é escrito com letra de médico:/ decifra-o/ boticário! #TOC Cláudio B. Carlos – Santa Cruz do Sul, RS
16. @Daniele_SF: SIGA O MESTRE/Anzol de papel/Fisgado num raio do Sol/Parassol!/A flor que desceu/do seu céu,/Cansou. #TOC Daniele Souza Freitas – Criciúma, SC
17. @diosouza: Sou eternamente agradecido/pelo favor de me amar só por instantes/pois vale mais um amor fragmentado/que na vida não ter sido amado antes TOC Diógenes Souza Freitas –
18. @faecao: vou ao supermercado/procurar absolvição/para os meus pecados. TOC Flávio Rubens Machado de Queiroz – Cabo Frio, RJ
19. @FernandoPlan: O corpo descansa apodrecendo, O mundo girando ainda se move. As flores em volta vão crescendo, deixando que a vida se renove TOC Fernando José Ribeiro Júnior – Recife, PE
20. @Flaviabiba: Existem coisas que a gente sente, que não cabem nem em palavras, nem em gestos, somente no silêncio TOC Flávia Pereira Aguiar – Campinas, SP
21. @geraldotrombin: NÓS // Nada de laços, / Apenas nós / Na garganta! / Difícil desatar. #TOC Geraldo Trombin – Americana, SP
22. @GerusaLeal: Deitou na cama, cobriu-se com a colcha de fuxico. E o cochicho do nada escorrendo pelo chão. Um eco oco, surdo. Um não. TOC Gerusa Barbosa Leal – Olinda, PE
23. @gracacarpes: PÁSSAROS um casal de sonhadores pousou na antena abriu o bico e bebeu o sol TOC Maria das Graça S. Carpes – Niterói, RJ
24. @herculano_nto: Meus olhos são duas/ Lentes miradas/ Para o futuro. Lembrarei desta infância/ Como se admirasse/ Uma Polaroid. #TOC Álvaro Herculano Barbosa Neto – Salvador, BA
25. @jardsonwtj: A paixão se foi/ a dor se foi/ o amor se foi/ agora resta a burocracia TOC Jardson Fragoso Carvalho – Itabuna, BA
26. @jcmbrandao: Nada acontece do lado de fora do poema. TOC José Carlos Mendes Brandão – Bauru, SP
27. @juan__salazar: o além ventre do sempre dente da minha sede: agora nunca: flor aberta: madre maestra quente #TOC Juan Alexander Salazar Silva – São Paulo, SP
28. @KamiBabiuki: E o ponto de interrogação / que me sai de intrometido / entra no meio da frase / e deixa tudo sem sentido. #TOC Kamila Cristina Babiuki – Ponta Grossa - PR
29. @lendorelendo: CONTRA-OFERTA - Já recebi tanta oferta / por esse coração poeta / que penso até em clonar / e começar a alugar. #TOC Lenise Moreira Fialho Resende – Rio de Janeiro, RJ
30. @lizfovalente: Quero folia reverente nas grotas do meu jardim Opaco é o homem que caminha em ruas secas sem reverência Não dança, nem vive em liberdade TOC Liz Fagundes Oliveira Valente – Viçosa, MG
31. @lmp_bioetorbis: Epitafio / Na hora do sim,/ele morreu/e aproveitaram a ocasião/para celebrar/a missa de corpo presente #TOC Luiz Mauricio Pires – Recife, PE
32. @lrkba: Numa manhã sem objeto É que cantam Mais profundamente As rosas sem nome TOC Leonardo Renda Kajdacsy Balla Amaral – Recife, PE
33. @LucasCMendes: Aprendi que quando o destino escorrega, a gente é quem cai / Que quando o sonho é torto, o plano se vai. #TOC Lucas Corrêa Mendes – Araguaína, TO
34. @marcoxpoesia: Não há palavras para descrever O poema. Não! Da razão não se conceberá O poema! O poema é antes de tudo Um sem-razão. TOC Marco Aurélio de Oliveira Almeida – Itapeva, SP
35. @Marioshirojr: Amor: sentimento transgênico / mutante da alma / codificado involuntariamente. TOC Mario Oshiro Júnior – Santo André, SP
36. @mesuplique: Os poetas quando morrem viram sem-teto Não são bem quistos no céu. Nem agonizam no inferno. É necessário criar para eles um novo mundo. TOC César Jácome Philippini – Recife, PE
37. @moskadebar: VERBAL / Teu sorriso de lua crescente o melhor tempo do meu verbo: presente!#TOC Fábio Renato de Oliveira – SP
38. @O_Angelo: Perder: sempre um inverno./Tanto para a frieza no peito/Como para a da terra. #TOC Angelo Marcantonio Júnior – São Paulo, SP
39. @paola_rhoden: Uma sombra/Nem o sol quer ver mais/árvores caídas/silêncio dos pássaros/mata ferida/#TOC Paola Rhoden – Brasília, DF
40. @paulodtoledo: GRAVIDADE // uma maçã podre um pecado / pensa o mendigo esfomeado / volta maçã para o seu galho /// TOC Paulo César de Toledo – SP
42. @renan_sud25: Goethe disse e eu sigo: / "Da tua dor faze um poema." / E de poema eu vivo #TOC Renan Apolônio de Sá Silva – Olinda, PE
43. @renanrop: HOLOFOTES Mal se veste/ escalou o Everest. TOC Renan Osvaldo Pacheco – Imbituba, SC
44. @ricardolahud: Ela só escrevia versos livres/ Um dia, o bairro amanheceu com um cartaz em cada poste:/ poema perdido,/ poeta doente,/ recompensa-se bem.TOC Ricardo Lahud – São Paulo, SP
45. @senhordan: A mesma paz que carrego comigo/ é o caos que me persegue/ Da vida, faço que sei/ o resto, eu improviso #TOC Daniel Hydalgo Erbert – SP
46. @tallesazigon: Não consigo escutar a palavra "prisão" sem sentir de imediato um nó na garganta, um súbito medo de me perder, ou de me achar. #TOC Jose Talles da Silva Soares – Fortaleza, Ceará
47. @ThatyMarcondes: SONÂMBULOS: Enquanto todos dormem, os pássaros se divertem imaginando vôos. O gato espreita, o cachorro se agita e eu sonho com o sono. TOC Thais da Cunha Marcondes – Ponta Grossa, PR
48. @thiagojrppoeta: As palavras são pássaros/ frouxamente amarrados/ à sombra de uma alma. #TOC Thiago José Rodrigues de Paula – Barbacena, MG
49. @Virvinhas: Minha mente /Mente /Faz isso regularmente /Inconseqüente./Minha mente /Trai /Fico em apuros, a máscara cai /Descontrai #TOC Vivian Cristina Ferreira – Porto Alegre, RS
50. @wgorj: VOCÊ Um punhal / Espetado no meu peito / Meu dilema / É não saber direito / Se a tiro de mim / Ou se cravo até o fim. TOC Wilson Gomes de Oliveira Jr. – Aparecida, SP

Nenhum comentário: