COMPRE O MINAS REAL NA ONERPM (LINK ABAIXO)

12/08/2009

OS DESMANDAMENTOS DE GERALDINHO CARNEIRO

Muito bom ter presenciado esse manifesto preparado pelo poeta Geraldinho Carneiro. Fui ao Teatro do Planetário, na Gávea, em plena segunda-feira, dia das almas, para um regozijo que há muito não tinha. Maior barato ver o amigo Geraldinho e o poeta Salgado Maranhão sob a luz de lâmpadas inconvenientes, orquestrando uma festa grandiosamente pequena. Apesar de toda a luz que os iluminava, brilharam na mesma intensidade as estrelas de Camila Pitanga, Giulia Gam, Cissa Guimarães, Bianca Byington e Camila Amado, que leram algumas poesias dos dois anfitriões. Na plateia, astros como Pery Ribeiro, Wagner Tizo, Tavynho Bonfá, Sérgio Natureza e Eduardo Souto Neto luziam intermitentemente aos olhos do público. Moisés (Tonico Pereira) sentou o sarrafo nos desmandamentos e depois de lido o manifesto, "sacó el equipo de la cancha". Entre o público e os astros, caminhavam Olavo Bilac (Cândido Damm) e Oswald de Andrade (Orã Figueiredo) com troca de imprecações impagáveis, resgatando o necrofilismo e o antropofagismo dos bons tempos.
.......
FILMAGENS NO EVENTO
.......
1.Filosofia - Poesia de Geraldinho Carneiro recitada por Cissa Guimarães
http://www.youtube.com/watch?v=TOCI98Ac2cY
......
2.Salgado Maranhão e Geraldinho Carneiro falando sobre a Poesia e Camila Pitanga recitando a poesia O azul e as farpas, de Salgado Maranhão
http://www.youtube.com/watch?v=z_rDyNccXPI
......
3.O caos total - Poesia de Geraldinho Carneiro recitada por Giulia Gam
http://www.youtube.com/watch?v=Nzot-z9zSS4
.....
4.Miragem e abismo - Poesia de Geraldinho Carneiro em récita reverberada por "Oswald de Andrade", Camila Amado e "Olavo Bilac".
http://www.youtube.com/watch?v=cnl5IukjJVw
...
5.Flor de amido - poesia de Salgado Maranhão recitada por Bianca Byington
http://www.youtube.com/watch?v=Ndb_eBaH9fg.............

................

FOTOS NO EVENTO

Bianca Byington interpretando uma poesia
Salgado Maranhão, Geraldinho Carneiro e Camila Amado
Tonico Pereira no papel de Moisés
Geraldinho Carneiro, Orã Figueiredo, Tavynho Bonfá e Felipe Cerquize
Cissa Guimarães e Geraldinho Carneiro
Felipe Cerquize, Tavynho Bonfá, Wagner Tizo, Pery Ribeiro e Eduardo S. Neto
Camila Pitanga e Nilza Cerquize
Geraldinho Carneiro, Orã Figueiredo, Tavynho Bonfá e Felipe Cerquize
Felipe Cerquize, Tavynho Bonfá e Eduardo Souto Neto
Giulia Gam, Cissa Guimarães e Nilza Cerquize
Pery Ribeiro, Tavynho Bonfá e Felipe Cerquize
Salgado Maranhão, "Oswald de Andrade", Geraldinho Carneiro, Camila Amado e "Olavo Bilac"
Giulia Gam e Salgado Maranhão
Geraldinho Carneiro e Felipe Cerquize
Camila Pitanga recitando poesias de Salgado Maranhão e Geraldinho Carneiro
Camila Pitanga conversando com Salgado Maranhão e Geraldinho Carneiro
Precisamos transformar esse manifesto num "manyfesto", Geraldinho! Onde vai ser o próximo?


Um comentário:

Robson Ribeiro disse...

Legal Cerquize.

Li sobre o manifesto no caderno Prosa e Verso, do jornal O Globo, mas não pude comparecer ao lançamento.

No entanto, fiquei pensando de que forma esse manifesto poderia ganhar força... Pessoalmente, acho difícil.

O que você pensa sobre isso?

Grande Abraço!